BALANÇA – O MEDIADOR

BALANÇA – O MEDIADOR

Equinócio de Outono dia 23 de Setembro às 08h50m04s em Lisboa

Bem-vindo Equinócio de Outono e Signo Balança.

O Equinócio de Outono é uma fase de equilí­brio, onde os dias e as noites são iguais.

Balança é o signo mediador do Zodí­aco e também da beleza, da arte e da harmonia. Signo do elemento Ar, o que faz dele um excelente comunicador.

Para o signo de Balança, a palavra essencial é “pensar”, pode unir-se também a palavra justiça.

O símbolo é representado pela Balança ou pelo Sol da tarde acima do horizonte, ambos sí­mbolos de equilí­brio e paz.

Os nativos do signo de Balança sabem a real importância do “Nós”, onde o eu dá lugar ao outro, parcerias, casamento, toda a forma de relação a dois.

Para a grande maioria, a busca do equilí­brio é uma quimera pouco palpável. Para este signo equilibrar-se é mais do que um desejo, é uma necessidade diária, realizada nas pequenas situações do dia-a-dia e assim é em tudo o que faz. Promover harmonização no ambiente, com as pessoas, no trabalho, e até no modo de vestir, tudo é ponderado de maneira a evitar os excessos e as invasões que tanto lhe incomodam.

De natureza pací­fica, conciliadora e, acima de tudo, sociável, Balança representa, no Zodí­aco, o primeiro grande passo em direção à arte de conviver, um talento pouco comum à maioria que vive apenas em torno dos seus respetivos egos.

Para os nascidos neste sétimo signo, respeitar o outro e aceitar suas diferenças é uma lei absoluta, por isso fazem desse lema um princípio para a sua conduta. Nesse sentido, demonstram uma grande experiência social e uma considerável capacidade de aproximar pessoas. Sabem como ninguém unir interesses e buscar consensos.

De extrema elegância e charme, dominam a arte da comunicação e sabem como cativar as pessoas.

O contexto social a vida a dois, partilhar e relacionarem-se é o que torna a vida mais tranquila e significativa para o signo de Balança.

No seu interior, alimenta um sentimento de justiça latente, de tal modo que qualquer ato de parcialidade ou de carácter autoritário provoca-lhe grande revolta e pode desequilibrar a sua balança interna, sempre tão bem calibrada.

Quando vivem uma paixão amorosa com harmonia e equilí­brio, tudo vai bem, mas, quando têm problemas afetivos, ficam totalmente abalados.

Com um sistema nervoso muito delicado, estão sujeitos a crises de depressão e esgotamento, poderão mergulhar na melancolia sem razão aparente. Devem, também, estar atentos aos problemas de rins, bexiga e nas suprarrenais.

Integração de opostos, meio-termo é o caminho nesta fase.

Oposição ao Signo de Carneiro – Marte como planeta regente (eu como centro), em Balança rege o planeta Vénus – o centro é o outro.

Encontro com o outro. O que está oculto em mim e o que o outro me revela como um espelho, e o inconsciente começa a ser consciente projeção.

Encontro de almas que se renovam e expandem.

Partilha! Inclui! Experiencia! Vivencia!

Partilhar e crescer juntos!

Próximos eventos:

  • Curso de Astrologia Psicológica Transpessoal

Em Lisboa, iní­cio 24 de setembro. Mais informação:

Partilhe:


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *