LUA NOVA EM VIRGEM

LUA NOVA EM VIRGEM

30 de agosto de 2019 às 11h37m02s, em Lisboa

Acredito que para muitos de nós e principalmente para os Virginianos, a vontade de fazer uma limpeza profunda no mundo está bem presente neste momento.

Estar em contínua arrumação interna, até mais que a arrumação externa tão caraterística de Virgem, é uma condição da qual não pode fugir. A mente dos Virginianos está sempre em processo e em autoavaliação, mas também a criar formas e fórmulas para um mundo mais justo e equitativo.  

A Lua e o Sol conjuntos no grau 6º, na 11ª casa, estão bem acompanhados para um início de ciclo cósmico e para uma dança viva e extraordinária dos planetas. Juntam-se aos Luminares, Mercúrio, Vénus e Marte, a fazerem um Trígono a Saturno e Úrano, todos no elemento Terra. 

As caraterísticas deste elemento remete-nos a significados como introversão, sentido, sensação, resistência, serenidade, segurança, prático, paciência, disciplinam, persistência, rotina. Produtividade, estabilidade, realização, senso de proporção e forma.

O elemento Terra tem o tipo psicológico sensação, ou seja, relacionam-se com a realidade através dos cinco sentidos, e por isso confia na aparência das coisas. O seu principalobjetivo na vida é a segurança, estar sólido na realidade material. O valor das coisas é baseado na sua utilidade prática. A sua saúde e bem-estar físico são prioritários.

É um novo ciclo com um potencial incrível, todos os planetas pessoais juntos com a mesma qualidade. 

A Lua Nova é um novo começo, ciclo de renovação. Em Virgem, esta energia intensifica a vontade de começar com método, rigor analítico e prático.

As intenções desta Lua Nova têm a capacidade de criarmos e concretizarmos a nossa realidade com a possibilidade da totalidade. 

É muito importante ver no mapa Natal em que casa, área de vida vai ocorrer esta Lua Nova, pois é nessa área que vai ter maior impacto.

“Não queremos ser perfeitos, queremos ser inteiros.

“Recomeça….

Se puderes

Sem angústia

E sem pressa.

E os passos que deres,

Nesse caminho duro

Do futuro

Dá-os em liberdade.

Enquanto não alcances

Não descanses.

De nenhum fruto queiras só metade.

E, nunca saciado,

Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.

Sempre a sonhar e vendo

O logro da aventura.

És homem, não te esqueças!

Só é tua a loucura

Onde, com lucidez, te reconheças…”

Miguel Torga TORGA, M., Diário XIII.

Um novo ciclo extraordinário para todos!

Partilhar para crescer juntos!

Próximos eventos:

• Curso de Astrologia Psicológica Transpessoal, início 24 de setembro, em Lisboa. Mais informação:https://sandramcosta.pt/cursos/curso-de-astrologia/

Partilhe:


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *