Bem-vinda Primavera! Bem-vindo novo ciclo Astrológico!

Bem-vinda Primavera! Bem-vindo novo ciclo Astrológico!

20 de março de 2020 às 03h49m29s em Lisboa

O novo ano astrológico inicia um novo ciclo e com ele novas possibilidades, novo nascimento das profundezas do cosmos.

Toda a natureza e também o universo expressam-se em ciclos de nascimento, desenvolvimento, morte e renascimento. Na terra, essa expressão é feita através do ciclo anual das estações.

O Zodíaco é uma representação simbólica da universalidade deste processo cíclico, criada pelos homens através da sua necessidade de projetar na natureza aquilo que se percebe interiormente.

Todo o processo de evolução da natureza e do homem é suportado por este sistema simbólico, o zodíaco. Podemos imaginá-lo como uma infinita escada em espiral, onde cada degrau corresponde a um signo. Os doze signos representam o inteiro, o todo, e todos temos esse inteiro dentro de nós.

Com a entrada no signo de Carneiro, dá-se o início do Equinócio da Primavera, onde a noite e o dia são iguais. Na terminologia de Dane Ruhyar, “isso significa que o poder do indivíduo (força do dia) e o poder do coletivo (força da noite) também são iguais. Por que, então, pensamos em Carneiro como um signo essencialmente individualista, talvez mesmo egoísta? Porque no equinócio da primavera é a força do dia da individualidade que fica mais forte, pois os dias estão a ficar mais longos. Assim, Carneiro representa o poder do ego individual emergindo do oceano coletivo. O Carneiro deve lutar contra a atração desse passado coletivo para poder afirmar a sua individualidade. Como uma criança recém-nascida, grita para anunciar a sua chegada ao mundo.(1) A plena força do espírito marciano é empregada na batalha para ser. Eis porque Carneiro está sempre no princípio das coisas – como uma criança. Tudo é perpetuamente novo.

Carneiro é o primeiro signo da roda zodiacal e, embora não haja início ou fim num círculo, a sua função simboliza a primeira evolução humana. Emergir das estrelas e retornar a elas é um tema importante em Carneiro. Chegamos a Carneiro vindos de Peixes, o útero primordial do cosmos; na busca pelo Velo de Ouro ou pelo ouro dos alquimistas, entramos em comunhão com a nossa própria divindade. Em Carneiro, descobrimos que as nossas batalhas nos forçam a lidar com o mundo das aparências, mas no final estamos mais próximos da compreensão de nós mesmos e do dom da consciência que foi por nós recebido.” Guttman Ariel e Kenneth Johnson. Astrologia e Mitologia ibid., pp.281 e 290.

(1) Rudhyar, Dane. The Pulse of Life, ibid., pp.31-8.

As pessoas do signo de Carneiro têm muita confiança neles próprios. Com uma mente rápida e aguçada, são providos de um talento especial para os debates, sempre com a reposta pronta na ponta da língua.

O signo Carneiro tem como regente o planeta Marte, o que lhe confere o espírito competitivo, ambicioso e o gosto de colocar os seus pensamentos em ação. Faz parte da sua natureza ser aventureiro e guerreiro, sempre com o ímpeto de descobrir novos caminhos, novos projetos. O primeiro signo de fogo e modo de ação cardinal atribui ao Carneiro o lado pioneiro, ágil, dinâmico com o sentido na ação. É o primeiro da mandala e também gostam de ser o primeiro em tudo. Perder esse lugar, pode levá-lo à frustração e impaciência. Por ser muito corajoso e com autoconfiança, é levado a assumir um papel de líder.

Entramos no novo ano astrológico e com ele a Grande Conjunção ou Stellium de Marte, Júpiter, Saturno e Plutão.

É um evento astrológico que pela primeira vez teremos registos. A mudança da Humanidade. A mudança de estruturas obsoletas da sociedade será vivida e transformada. A crise mundial está a ser experienciada por todos, e na Era da Energia e Consciência em que somos tocados e informados pelo coletivo, como em momento algum na nossa história foi possível.

O que podemos esperar? O que aprendemos com a história? O que vamos aprender neste momento de crise mundial?

São algumas das questões e reflexões que em conjunto faremos na próxima palestra ONLINE de Astrologia Psicológica Transpessoal, hoje às 21 horas, na página de Facebook do Espaço Paz.

A Primavera chega e com ela chega também a esperança de vida nova e novas oportunidades de consciência e co-criação.

Contamos consigo?

Vamos unidos saber como podemos fazer a diferença neste momento tão desafiante que todos vivemos!

Caminhamos juntos!

Partilhe:


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *